domingo, 14 de março de 2010

GESB - Alecrineiros (-220m)



Mais uma saída do GESB aos Alecrineiros a 13 de Março de 2010


Desta vez duas tentativas, uma de possível continuidade aos -170m, num caos de blocos, uma vez que o Orlando Elias do NEALC descobriu através de uma desobstrução, conseguida antes desta incursão, mais um pequeno poço.
O Paulo Rodrigues, o Álvaro Jalles e o Carlos Lemos foram até aos -170 fazer esta última tentativa para não se abandonar sem realmente esgotar todas as possibilidades de continuação para zonas mais profundas.
O Orlando António e o Orlando Elias ficaram aos 60m a -12 metros dentro do poço dos 23m, uma vez que o Orlando Elias reparou numa pequena abertura na lateral do poço referido, fez uma pequena prospecção e lá vai pedra por ai abaixo, um novo poço por descobrir.
Sendo assim nesta incursão a dupla de “Orlandos” foram abrir “fogo” ao achado.
Conseguimos abrir o “buraco” o suficiente para colocar o tronco lá para dentro e concluir que é bastante profundo e que em princípio não comunica com os poços já existentes.


Como a bateria da máquina é limitada teremos de lá voltar para acabar apenas por dois rebentamentos, para passar melhor, pois não a qualquer apoio do outro lado, e do lado de cá estávamos alongados ao fraccionamento que colocamos independente da via já colocada para descer o P23, doze metros logo abaixo da cabeçeira deste.


Por isso novos poços serão acrescentados a topografia dos colegas franceses, e quem sabe se não é um novo caminho!! A ver vamos!

Orlando António

Algumas fotos dessa incursão

Pequena abertura encontrada pelo Orlando Elias no P23

A abrir caminho

Tentativa de passar, era apenas mais 2 tiros e já dava. Do lado de lá não há qualquer apoio, o poço é liso, e cabamos por escoregar e entalar o tronco e ficamos imoveis. Fica para a próxima.





Paulo Rodrigues em passagem pelo P23 a caminho dos -170m.

4 comentários:

verdinho disse...

Este Elias como é franzino tem facilidade em ver o que os outros não conseguem ver e mais dificil ainda , por vezes consegue passar

nalga disse...

Será que por aqui vamos conseguir descobrir donde vêm a misteriosa corrente de ar que se sente, por vezes, na fenda dos -160m. Fogo na peça!

NEALC - Núcleo de Espeleologia de Alcobaça disse...

Boas "Verdinho"

Epá, tens razão, o homen tem um radar e detecta vazios...hehehe...

NEALC - Núcleo de Espeleologia de Alcobaça disse...

NALGA

Sim, poderá ser... era bom que fosse outro caminho até mais dos existentes 220m, mas isso é sonhar...

Nada é impossivel!!!